21/05/2022
A moeda digital da China é uma ameaça ao Bitcoin?

A moeda digital da China é uma ameaça ao Bitcoin?

A China está avançando com sua moeda digital do banco central – mas quais são as implicações para seu rival descentralizado, o Bitcoin?

No ano passado, o governo da China avançou com planos para a criação de moeda digital do banco central (CBDC), o sistema de Pagamento Eletrônico de Moeda Digital (DCEP), também conhecido como “Yuan Digital”. Lançou testes em grande escala em grandes bancos, distribuiu US$ 1,5 milhão no valor de DCEP para cidadãos em Shenzhen e examinou mais de 6.700 casos de uso para a moeda digital.

A moeda foi classificada como a solução de tecnologia financeira mais ambiciosa do país até o momento, com alguns sugerindo que poderia ajudar a China a destronar o dólar americano como moeda de reserva mundial – uma perspectiva que fez com que o Senado dos EUA parasse e prestasse atenção.

Para os defensores de criptomoedas como o Bitcoin, a ascensão das moedas digitais do banco central, como o DCEP, pode ser bom. Por um lado, é um endosso do conceito de moedas digitais, e a adoção predominante de CBDCs poderia ajudar a impulsionar a adoção mais ampla das criptomoedas. Por outro lado, a natureza centralizada dos CBDCs é totalmente contrária ao etos descentralizado das criptomoedas como o Bitcoin.

Se o DCEP obtiver ampla adoção, ele pode ameaçar substituir o Bitcoin como o sistema de dinheiro ponto a ponto com que Satoshi Nakatomo sonhou? É improvável e, para entender por que, é necessário analisar os fundamentos por trás das duas moedas.

Fonte: Portal do Bitcoin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gosta do Portal Tradesman? Por favor, compartilhe com seus amigos!